Em cartaz, Xingu, Hotxuá, Meu Primeiro Casamento…

Xingu - pontocedecinema.blog.br

Felipe Camargo, Caio Blat e João Milguel: Orlando, Leonardo e Cláudio Villas-Bôas

Se o mês ostenta o Dia do Índio, nada melhor que ter o índio como destaque nas telas. Estreiam nesta sexta-feira (6/4) Xingu, o filme de Cao Hamburger (O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias) sobre a aventura de 40 anos dos irmãos Villas-Bôas na selva brasileira, e Hotxuá, incursão de Letícia Sabatella e Gringo Cardia na tribo kraô.

O cinema argentino dá às caras em um registro um pouco mais solto, leve e despretensioso, com Meu Primeiro Casamento, de Ariel Winograd. Julia Roberts está de volta no papel da Rainha Má da paródia à história de Branca de Neve: Espelho, Espelho Meu. E Titanic, aquele arrasa-quarteirão de James Cameron, entra em pré-estreia, em versão 3D, marcando o centenário da viagem inaugural do famoso transatlântico que colidiu com um iceberg.

O melhor, mesmo, fica por conta das continuações. Não percam Pina 3D, de Wim Wenders, e Um Método Perigoso, de David Cronenberg. Quem já viu, veja de novo.

#Leia a seguir as sinopses, conforme enviadas pelos exibidores, e veja os traileres dos filmes. Para saber mais sobre as estreias e pré-estreias, os filmes que continuam em cartaz, exibições e mostras especiais, além do horário, consulte Em cartaz, ao lado.

ESTREIAS
HOTXUÁ (Hotxuá)
De Letícia Sabatella, Gringo Cardia. BRA, 2011. Livre. Registro poético sobre a tribo indígena krahô, um povo sorridente que designa um sacerdote do riso, o hotxuá, para fortalecer e unir o grupo através da alegria, do abraço e da conversa. Acompanhando o dia a dia da aldeia no Norte do Brasil, o filme colhe depoimentos dos índios, em sua língua nativa e em português. Eles falam sobre as crenças e o estilo de vida que sustentam e mantêm essa sociedade feliz cuja concepção de mundo é o equilíbrio entre forças opostas e o respeito à diversidade.

MEU PRIMEIRO CASAMENTO (Mi Primera Boda)
De Ariel Winograd. Argentina, 2011. 12 anos. Com Natalia Oreiro, Daniel Hendler, Imanol Arias, Martín Piroyansky, Muriel Santa Ana e Gabriela Acher. No dia de seu casamento, um tanto nervoso, Adrian comete um pequeno erro e decide ocultar o fato de sua noiva, Leonora. Mas esconder as coisas se mostra um problema ainda mais complicado, colocando a própria cerimônia em risco.

Espelho, Espelho Meu (Mirror, Mirror)
De Tarsem Singh. EUA, 2012. Livre. Com Julia Roberts, Lily Collins, Armie Hammer, Sean Bean, Nathan Lane e Mare Winningham. A Rainha Má (Julia Roberts), madrasta de Branca de Neve (Lily Collins), assume o controle do Reino Encantado. Para salvar seu reino, que está indo à falência, ela precisa casar com o rico Príncipe (Armie Hammer) – que está apaixonado por Branca de Neve.

Xingu (Xingu)
De Cao Hamburger. Brasil, 2011. 12 anos. Com João Miguel, Felipe Camargo, Caio Blat, Maiarim Kaiabi, Awakari Tumã Kaiabi, Adana Kambeba, Tapaié Waurá, Totomai Yawalapiti. Os irmãos Villas-Bôas alistam-se na expedição Roncador-Xingu e partem em uma missão pelo Brasil Central. Eles conseguem passar pelo território Xavante, de índios corajosos e guerreiros, sem nenhuma baixa de ambos os lados.

PRÉ-ESTREIAS
Titanic (Titanic)
De James Cameron. EUA, 1997. 10 anos. Com Leonardo DiCaprio, Kate Winslet, Billy Zane, Kathy Bates, Frances Fisher, Gloria Stuart e Bill Paxton. A versão em 3D é uma homenagem aos 100 anos da viagem inaugural do navio Titanic, que aconteceu em abril de 1912. O diretor James Cameron reconstrói a história da embarcação pelo viés romântico. Os jovens Jack (Leonardo DiCaprio) e Rose (Kate Winslet) – ele um pobretão e ela, uma rica garota da sociedade – apaixonam-se durante o percurso do Titanic, interrompido pelo choque em um imenso iceberg.