Valente é a principal estreia em uma semana pobre em bons lançamentos

Valente - pontocedecinema.blog.br

A valente princesa Merida prefere o arco e a flecha aos cuidados normalmente dispensados às meninas de sua idade

A nova animação da Disney/Pixar, Valente, tem à frente a princesa Merida, filha do rei Fergus e da rainha Elinor, que prefere o arco e a flecha aos mimos normalmente associados à nobreza. Destemida e valente, como indica o nome do filme de Mark Andrews e Brenda Chapman, a princesa vai de encontro às pretensões do pai.

Merida não quer casar com um dos três filhos dos reinos vizinhos, que vão disputam sua mão em um torneio promovido pelo pai, e tenta mudar o destino seguindo as determinações de uma bruxa que encontra na floresta. Mas algo dá errado. E o seu reino e sua família ficam sob ameaça.

Valente é a principal estreia em uma semana particularmente pobre em bons lançamentos.

Outros títulos aguçam a curiosidade: do filme egípcio Cairo 678, de Mohamed Diab, ao documentário Noite de Samba – Foco de Resistência, que se detém sobre um momento rico da música brasileira em plena ditadura militar, passando pelo gaúcho Menos que Nada, que discute o sistema manicomial brasileiro.

A conferir ainda: Chernobyl e Armadilha. Este, ao que tudo indica, um embuste.

#Leia a seguir as sinopses, conforme enviadas pelos exibidores, e veja os traileres dos filmes. Para saber mais sobre as estreias e pré-estreias, os filmes que continuam em cartaz, exibições e mostras especiais, além do horário, consulte Em cartaz, ao lado.

ESTREIAS

ARMADILHA (ATM)
De David Brooks. EUA, 2012. 14 anos. Com Alice Eve, Josh Peck, Brian Geraghty e Glen Thompson. Emily (Alice Eve), Corey (Josh Peck) e David (Brian Geraghty) são colegas de trabalho, mas passam a ter mais uma coisa em comum quando caem nas garras de um maníaco que aprisiona suas vítimas em um caixa eletrônico.

CAIRO 678 (678)
De Mohamed Diab. Egito, 2010. 14 anos. Boshra, Nelly Karim, Maged El Kedwany, Nahed El Sebaï. Fayza, Seba e Nelly são três mulheres egípcias com vida completamente diferente, cada uma, que se unem para combater o machismo que impera no Egito contemporâneo e que está em todos os lugares: nas ruas da cidade do Cairo, no trabalho e dentro de suas próprias casas. Prêmio de Melhor Ator (Maged El Kedwany) e Melhor Longa-Metragem no Chicago International Film Festival.

Chernobyl (Chernobyl Diaries)
De Bradley Parker. EUA, 2012. 14 anos. Com Devin Kelley, Ingrid Bolso Berdal, Olivia Dudley e Jesse McCartney. Seis jovens turistas resolvem fazer um passeio diferente para fugir da mesmice. Ignorando todos os avisos de perigo, eles irão até a cidade de Pripyat, que há 25 anos foi devastada pelo acidente nuclear de Chernobyl. Depois de uma volta pelo local eles percebem que seres estranhos estão acompanhando o grupo.

MENOS QUE NADA
De Carlos Gerbase. Brasil, 2011. 14 anos. Com Felipe Kannenberg, Branca Messina, Rosanne Mulholland. Dante é um doente mental internado em um hospital psiquiátrico. Ele foi diagnosticado com esquizofrenia e não fala com ninguém ou recebe visitas. O sujeito desperta a atenção da Dra. Paula, uma jovem residente que decide tratar dele após acompanhar um de seus surtos no pátio do hospital. Procurando desvendar as relações sociais do paciente, a médica decide colher uma série de depoimentos de pessoas que conviviam com Dante antes do tratamento.

NOITADA DE SAMBA – FOCO DE RESISTÊNCIA
De Cély Leal. Brasil, 2010. 14 anos. Documentário apresenta movimento musical que aconteceu no Teatro Opinião/RJ em pleno período da ditadura militar, com a apresentação, na zona sul carioca, de compositores dos morros e da periferia como Cartola, Ismael Silva e Silas de Oliveira. E revelou artistas como Paulinho da Viola, Clara Nunes, Martinho da Vila, Beth Carvalho e D.Ivone Lara.

Valente em 3D (Brave)
De Mark Andrews e Brenda Chapman. EUA, 2012. Livre. A jovem princesa Merida não quer saber da vida de realeza e não gosta nem de pensar em ser apenas mais uma esposa para o filho de algum lorde. Indo contra as tradições e os costumes, ela desafia seus pais ao perseguir o sonho de se tornar uma arqueira e, com isso, coloca em risco o reinado de seu pai, o rei Fergus.

PRÉ-ESTREIA

A ARTE DA CONQUISTA (The Art of Getting By)
De Gavin Wiesen. EUA, 2011. 12 anos. Com Freddie Highmore, Emma Roberts, Sasha Spielberg e Marcus Carl Franklin. Acreditando na citação que nascemos sozinhos, morremos sozinhos e tudo o mais é uma ilusão, George não vê sentido na vida, na escola ou em sua família. Até que ele conhece Sally, e encontra nela uma razão para ir à escola e fazer amigos. Entretanto, ainda não está pronto para admitir que gosta dela. O diretor da escola e professor de arte apresenta-o a um ex-aluno e artista de sucesso, Dustin, que procura orientá-lo, mas outras distrações começam a vir à tona e ele pode não ser capaz de se formar.