Um conto moral de Woody Allen com princesa, príncipe, bruxa e sapos espertalhões

Allen dirige Gemma Jones (Helena, D) e Pauline Collins (Crystal) em Você Vai Conhecer o Homem dos Seus Sonhos

Você Vai Conhecer o Homem dos seus Sonhos, o penúltimo filme de Woody Allen, lançado nos cinemas há alguns meses, está disponível em DVD. É para ser curtido mesmo, antes que nos chegue Midnight in Paris, a nova comédia do cineasta lançada quarta-feira (11) no Festival de Cannes e em toda a França. O filme é um conto de fadas com uma Princesa, uma Bruxa, um Príncipe e pelo menos dois Sapos espertalhões. Aos personagens, então:

1. Casada há 40 anos com Alfie (Anthony Hopkins), Helena (Gemma Jones) de repente vê-se naufragada em um mar de nada quando o marido pede o divórcio para casar com outra bem mais jovem. Ele alega que tem saúde de ferro e a mulher não consegue mais acompanhá-lo em suas performances. Helena, que guarda muito das heroínas ingênuas e fellinianas de Woody Allen, como Irmy e Cecília de Neblina e Sombras (1991) e A Rosa Púrpura do Cairo (1985), entre uma visita e outra à casa da filha, Sally, entrega-se ao álcool e a antidepressivos e faz consultas com uma vidente charlatã.

2. Crystal (Pauline Collins) é a vidente que promete resolver os problemas de Helena e acaba ganhando sua confiança a ponto de impulsioná-la a tomar decisões importantes na vida, ao tempo em que pode levar a mulher, cujas perspectivas em torno de um novo relacionamento são as piores possíveis, a encontrar um novo amor em sua vida.

3. O novo amor pode ser o personagem de Roger Ashton-Griffiths, o dono de um sebo de livros espiritualistas, homem de temperamento brando que precisa da aprovação de sua mulher morta, em uma mesa mediúnica, para levar adiante a ideia de um novo romance.

Você Vai Conhecer o Homem dos Seus Sonhos - pontocedecinema.blog.br

Naomi Watts é Sally e Josh Brolin, Roy, filha e genro de Helena

4. Sally (Naomi Watts) é a filha que, enquanto flerta com o chefe, o marchand Greg (Antonio Banderas), está de olho no dinheiro da mãe para montar a própria galeria de arte. Embora acredite que a vidente seja uma charlatã, ela, que é casada com Roy (Josh Broslin) – um escritor fracassado que menospreza Helena e não consegue escrever um segundo livro que preste –, para se ver livre das queixas, encoraja a mãe a persistir na consulta à vidente. E acha que aquilo não lhe pode trazer maiores conseqüências.

Formado o imbróglio, tudo pronto para que Woody Allen disponha desse amontoado de fios, separe-os e junte as pontas. E nos faça rir. Rir a valer, como no anterior Tudo Pode dar Certo. Assim é o que não lhe parece: o diretor norte-americano, autor de Tiros na Broadway (1993), para ficar em apenas em um dos seus filmes, escreve aqui, em Você Vai Conhecer o Homem dos Seus Sonhos, mais um conto moral em que tudo vai conduzir ao improvável.

A obra de Allen é uma rede de oscilações. E não é de hoje, claro. Temos que considerar não apenas Tiros na Broadway, mas muitos outros filmes de Allen em que as sinuosidades que nos levam à surpresa têm muito a ver com os passos e sentimentos que movem seus personagens e menos, muito menos, com o crédito que querem dar ao cineasta, que marca presença ininterrupta há pelo menos quatro décadas nas telas de cinema – e talvez por isso mesmo tenha sua obra apreciada tão superficialmente, a exemplo de Você Vai Conhecer o Homem dos seus Sonhos quando lançado nos cinemas.

Allen é um mestre do simulacro, que encontrou em Zelig, um falso documentário realizado em 1983 sobre um homem-camaleão que consegue marcar presença nos mais improváveis acontecimentos históricos, um dos seus grandes momentos. E isto é definidor de uma linha de pensamento e roteiro, em todos os sentidos, sempre contemplando o inusitado da vida para dar lugar a um modo de ver o homem. Com graça, humor e sarcasmo.

Isso nos é mostrado em Tiros, a história de um autor teatral que se descobre às turras porque tem que aturar na peça a namorada do gângster que o produz e os palpites, que considera infelizes, do segurança da moça. Mas não é o segurança (Chazz Palminteri, perfeito no papel do grande artista que se esconde sob a capa de um brutamontes guarda-costas) quem está certo?

E agora, em Você Vai Conhecer o Homem dos Seus Sonhos, como uma espécie de eco dos espíritos camaleônicos, sempre alterados, na filmografia de Woody Allen, não é uma garota a Princesa (1). Nem o Príncipe (2) guarda o mínimo resquício de encantamento. A Bruxa (3) vidente charlatã acaba acertando tudo e os Sapos (4), bem, esses espertalhões, já que estamos falando de um conto moral, acabam mesmo se dando mal.

Você Vai Conhecer o Homem dos Seus Sonhos
Título original: You Will Meet a Tall Dark Stranger
De: Woode Allen
Duração: 98 min
Paris Filmes