Relacionamento amoroso a quatro, em Para Poucos, desperta a atenção entre as estreias da semana

Para Poucos - pontocedecinema.blog.br

Uma festa de casais: Para Poucos, de Antony Cordier, é um dos principais filmes em cartaz

Não se acanhe com a chegada de Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge, um dos filmes mais aguardadas do ano. As opções são variadas, e para muitos, embora o interesse principal, entre as estreias, esteja no filme Para Poucos, de Antony Cordier, que exibe de forma despudorada um relacionamento a quatro, envolvendo dois casais.

Fora a aventura rocambolesca que cerca o homem-morcego e seus pares, temos também Além da Liberdade, novo filme de Luc Besson. Mas a cereja mesmo está entre as pré-estreias: Fausto, Leão de Ouro no Festival de Veneza do ano passado e quarto opus da tetralogia do poder arquitetada pelo russo Aleksandr Sokurov.

O diretor de Arca Russa (2002) enfoca agora o mítico personagem que vende a alma ao diabo, celebrizado pelo poeta romântico Goethe. Os outros foram Hitler, em Moloch (1999); Lenin, em Taurus (2001); e Hirohito, em O Sol (2005). Fausto, tudo indica, é um programão.

É bom dar uma conferida em A Guerra dos Botões, de Yann Samuell, nova adaptação do livro de Louis Pergaud, que tem pelo menos uma versão cinematográfica apaixonante, dirigida por Yves Robert em 1961. E em Eu Vou Rifar Meu Coração, inventário sobre a música popular brasileira brega, de Ana Rieper.

Tem ainda 31 Minutos – O Filme, coprodução Brasil/Chile dirigida por Alvaro Díaz e Pedro Peirano, e o norte-americano A Arte da Conquista, de Gavin Wiesen.

#Leia a seguir as sinopses, conforme enviadas pelos exibidores, e veja os traileres dos filmes. Para saber mais sobre as estreias e pré-estreias, os filmes que continuam em cartaz, exibições e mostras especiais, além do horário, consulte Em cartaz, ao lado.

ESTREIAS

ALÉM DA LIBERDADE (The Lady)
De Luc Besson. França/Ucrânia, 2011. 14 anos. Com Michelle Yeoh, David Thewlis, William Hope. Uma história de amor épica sobre um casal extraordinário e seu sacrifício para atingir a felicidade e a renúncia pessoal por uma causa maior. Aung San Suu Kyi e Michael Aris mantêm o amor apesar da distância que os separa e a hostilidade do regime ditatorial em Mianmar.

BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE (The Dark Knight Rises)
De Christopher Nolan. Reino Unido/EUA. 2012. 12 anos. Com Christian Bale, Gary Oldman, Tom Hardy, Marion Cotillard, Anne Hathaway, Joseph Gordon –Levitt. Oito anos após os eventos ocorridos em Batman – O Cavaleiro das Trevas, o terrorista Bane chega a Gotham City, provocando o pânico e o desespero. Sem forças para enfrentar o terrível criminoso, a polícia da cidade chega ao seu limite, fazendo com que Batman retorne de seu exílio por ter sido responsabilizado pelos crimes de Harvey Dent. Bruce Wayne terá que lidar ainda com a presença da misteriosa Selina Kyle, que em pouco tempo se transforma na Mulher-Gato.

PARA POUCOS (Happy Few)
De Antony Cordier. França, 2010. 16 anos. Com Marina Foïs, Élodie Bouchez, Roschdy Zem, Nicolas Duvauchelle. Rachel (Marina Foïs) é funcionária de uma loja de joias. Quando conhece Vincent (Nicolas Duvauchelle), fica encantada e decide organizar um jantar de casais. Rachel e seu marido, Franck (Roschdy Zem), acabam se envolvendo com Vincent e sua esposa, Teri( Élodie Bouchez). Loucos de paixão, eles passam a viver uma relação a quatro, fazendo todas as rotinas do casal, dormindo juntos e apostando nesse romance.

PRÉ-ESTREIAS

31 MINUTOS – O Filme
De Alvaro Díaz e Pedro Peirano. Brasil/Chile, 2008. Livre. Juanín atua como produtor no famoso noticiário de TV 31 Minutos. Ele é o último de sua espécie, uma raridade que desperta o interesse de uma malvada colecionadora de animais em extinção conhecida como Cachirula. Ela só precisa dele para completar sua exótica coleção. Contando com a ajuda de Tio Careca, ela dá início a uma caçada pelo último membro dos juanines. Juanín acaba sequestrado e levado até o fantástico castelo do vilão, onde são mantidos todos os animais de sua coleção. A atrapalhada equipe do programa 31 Minutos irá procurar pelo amigo e companheiro de trabalho, sem saber que acabará enfrentando um verdadeiro exército.

A ARTE DA CONQUISTA (The Art of Getting By)
De Gavin Wiesen. EUA, 2011. 12 anos. Com Freddie Highmore, Emma Roberts, Sasha Spielberg e Marcus Carl Franklin. Acreditando na citação que nascemos sozinhos, morremos sozinhos e tudo o mais é uma ilusão, George não vê sentido na vida, na escola ou em sua família. Até que ele conhece Sally, e encontra nela uma razão para ir à escola e fazer amigos. Entretanto, ainda não está pronto para admitir que gosta dela. O diretor da escola e professor de arte apresenta-o a um ex-aluno e artista de sucesso, Dustin, que procura orientá-lo, mas outras distrações começam a vir à tona e ele pode não ser capaz de se formar.

A GUERRA DOS BOTÕES (La Guerre des Boutons)
De Yann Samuell. França, 2011. 12 anos. Com Eric Elmosnino, Mathilde Seigner, Fred Testot, Alain Chabat. É o retorno às aulas. Como todos os anos, os estudantes de Longeverne, liderados por Lebrac, declaram guerra aos de Velrans. Numa dessas batalhas, Lebrac tem uma idéia brilhante: arrancar todos os botões e confiscar os cintos dos presos, para que sejam castigados pelos próprios pais. Adaptação do livro de Louis Pergaud, que se popularizou graças à segunda adaptação cinematográfica, em 1962.

FAUSTO (Faust)
De Aleksandr Sokurov. Alemanha, 2011. 16 anos. Com Johannes Zeiler, Anton Adasinsky, Isolda Dychauk. Fausto é um pensador, rebelde e pioneiro, mas também um ser humano anônimo feito de carne e sangue, governado por impulsos internos, cobiça e luxúria. Última parte da tetralogia de Sokurov sobre a natureza do poder, o filme é livremente inspirado em Fausto, de Goethe. Grande vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza 2011.

VOU RIFAR MEU CORAÇÃO
De Ana Rieper. Brasil, 2011. 14 anos. Documentário que trata do imaginário romântico, erótico e afetivo brasileiro a partir da obra dos principais nomes da música popular romântica, também conhecida como brega. Os temas das músicas se relacionam com as histórias da vida amorosa de pessoas comuns, enfrentando o desafio de falar sobre a intimidade delas, em situações reais. Foi o grande vencedor da Competição Brasileira do festival de documentários musicais In-Edit Brasil 2012, além de ter sido selecionado para o XV Cine de las Americas em Austin, Texas, e para o XXVII Guadalajara Int Film Festival, México.