Principal estreia da semana, Fausto é um filme de invenção e reflexão sobre os estatutos do poder

Fausto - pontocedecinema.blog.br

O filme de Aleksander Sokurov ganhou o prêmio máximo no Festival de Veneza 2011

No circuito, Fausto, de Aleksander Sokurov, que ganhou o prêmio máximo no Festival de Veneza do ano passado, As Testemunhas, de André Téchiné, O Ditador, de Larry Charles, com Sacha Baron Cohen, e Rock of Ages: O Filme, de Adam Shankman, são as principais estreias.

Intocáveis, o divertido filme de Eric Toledano e Oliver Nakache, que estreia no dia 31, entra hoje em pré-estreia.

Fausto, livre adaptação do livro de Goethe sobre o lendário personagem que vendeu a alma ao diabo, é de longe a principal estreia da semana e um dos melhores filmes do ano. Trabalha com o radicaliasmo, conceitual e estético, para nos dar uma obra de invenção e reflexão sobre os estatutos do poder, fechando a tetralogia que enfoca ainda Hitler (Moloch, 1999), Lenin (Taurus, 2000) e Hirohito (O Sol, 2004).

Sacha Baron Cohen (O Ditador, a conferir) entra como um reflexo canhestro do espírito da época: tem que haver, hoje, alguém para fazer humor forte, encarniçado, destoante. Baron Cohen já deu sinais inteligentes disso nos impagáveis Borat (2006) e Bruno (2009).

As Testemunhas tem a marca de André Téchiné; deve ser visto, portanto, sem demora. E Rock of Ages: O Filme, de Adam Shankman, baseado em musical da Broadway, é mais do que parece.

#Leia a seguir as sinopses, conforme enviadas pelos exibidores, e veja os traileres dos filmes. Para saber mais sobre as estreias e pré-estreias, os filmes que continuam em cartaz, exibições e mostras especiais, além do horário, consulte Em cartaz, ao lado.

ESTREIAS

A CASA SILENCIOSA (Silent House)
De Kunal Kohli (EUA, França, 2011). 14 anos. Com Elizabeth Olsen, Adam Trese, Eric Sheffer Stevens e Julia Taylor Ross. Baseado em um caso real que aconteceu em 1944 numa antiga fazenda, onde encontraram os corpos de dois homens brutalmente torturados. Ao longo dos seus 88 minutos de duração, a história é contada sem edição, sem cortes, do início ao fim do filme. Na história, pai (Adam Trese) e filha (Elizabeth Olsen) decidem que é hora de reformar a casa de campo, que há tempos não é usada pela família, o silêncio dentro dela é absoluto, mas isso dura por pouco tempo.

AS TESTEMUNHAS (Les Témoins)
De André Téchiné. França, 2007. 14 anos. Com Michel Blanc, Emmanuelle Béart, Sami Bouajila, Julie Depardieu, Johan Libéreau, Constance Dollé, Lorenzo Balducci e Alain Cauchi. Em 1984, o médico Adrien conhece durante uma viagem de verão o jovem Manu, por quem desenvolve uma paixão platônica. No mesmo local, eles conhecem o casal formado pela escritora Sarah e o policial Mehdi. No verão seguinte, após a chegada da Aids dentro da comunidade homossexual parisiense, eles se reencontram na mesma cidade. Ganhou o César de Melhor Ator Coadjuvante (Sami Bouajila), além de ser indicado nas categorias de Melhor Diretor, Melhor Ator (Michel Blanc) e Melhor Revelação Masculina (Johan Libéreau) pela Academia das Artes do Cinema.

ELLES (Elles)
De Malgorzata Szumowska. França/Polônia/Alemanha, 2011. 14 anos. Com Juliette Binoche, Anaïs Demoustier, Joanna Kulig e Louis-Do de Lencquesaing. Anne é uma jornalista de uma revista feminina de grande sucesso, a Elles, e precisa escrever um artigo sobre jovens estudantes universitárias que se prostituem para pagar os estudos. Durante sua pesquisa, conhece Alicja e Charlotte, estudantes em Paris que lhe revelam seus segredos e aventuras e mexem com sua vida.

FAUSTO (Faust)
De Aleksander Sokurov. Alemanha, 2011. 16 anos. Com Johannes Zeiler, Anton Adasinsky, Isolda Dychauk. Fausto é um pensador, rebelde e pioneiro, mas também um ser humano anônimo feito de carne e sangue, governado por impulsos internos, cobiça e luxúria. Última parte da tetralogia de Sokurov sobre a natureza do poder, o filme é livremente inspirado em Fausto, de Goethe. Grande vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza 2011.

O DIÁRIO DE TATI
De Mauro Farias. Brasil, 2012. Livre. Com Heloísa Périssé, Marcelo Adnet e Louise Cardoso. Tati escreve tudo no seu diário, ela conta detalhes do verão em que ficou de recuperação na escola e suas tentativas de esconder da sua mãe o boletim. Durante esse período, a garota conheceu Anita, a nova, e espirituosa, namorada do seu pai. Foi nesse verão, também, que ela sofreu por amor, pensando em Zeca, o rapaz mais bonito da escola. Tati tem muitas histórias para contar: suas neuroses, brigas com a mãe, as cantorias do pai, as disputas com as amigas, um novo amor e muitas outras confusões.

O DITADOR (The Dictator)
De Larry Charles. EUA, 2012. 14 anos. Com Sacha Baron Cohen, Megan Fox, Anna Faris, John C. Reilly, Ben Kingsley, B. J. Novak, Kevin Corrigan, J.B. Smoove, Jim Piddock. Um ditador árabe (Sacha Baron Cohen) tenta fazer de tudo para que a democracia não chegue ao seu país. Durante uma reunião da ONU, nos Estados Unidos, ele conhece um sósia e acaba se apaixonando pela dona de uma loja de alimentos.

ROCK OF AGES: O FILME (Rock of Ages)
De Adam Shankman. EUA, 2012. 14 anos. Com Tom Cruise, Russell Brand, Alec Baldwin, Julianne Hough e Diego Boneta. Adaptação do musical de sucesso da Broadway. Filme apresenta canções de Journey, Def Leppard, Poison, Whitesnake, Bon Jovi, Foreigner e Joan Jett para contar a história de Sherrie (Julianne Hough), uma garota de uma pequena cidade do interior que chega a Hollywood no auge da cena rock and roll dos anos de 1980. Lá, ela conhece Drew (Diego Boneta), um aspirante a roqueiro, o arrogante rock star Stacce Jaxx (Tom Cruise) e acaba indo dançar em um clube de striptease comandado por Justice (Mary J. Blidge). A vida de Sherrie chega ao limite, mas o verdadeiro amor é capaz de provocar grandes revoluções.

PRÉ-ESTREIAS

INTOCÁVEIS (Intouchables)
De Eric Toledano e Oliver Nakache. França, 2011. 14 anos. Com François Cluzet, Omar Sy, Anne Le Ny. Philippe é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss, um jovem problemático que não tem a menor experiência em cuidar de pessoas no seu estado. Aos poucos ele aprende a função, apesar das diversas gafes que comete. Philippe, por sua vez, se afeiçoa cada vez mais a Driss por ele não tratá-lo como um pobre coitado. Aos poucos a amizade entre eles se estabele-se, com cada um conhecendo melhor o mundo do outro.