Estranho mundo de Leos Carax, Holy Motors é a principal estreia, ao lado de Alguém Apaixonado, de Kiarostami

Holy Motors - pontocedecinema.blog.br

Denis Lavant, que trabalhou em quase todos os filmes de Leos Carax, no polêmico Holy Motors

Apontado entre as grandes promessas do cinema francês dos anos 80, por uma crítica que logo acabou por soterrá-lo, Leos Carax dirige Holy Motors, um dos filmes mais impressionantes dos últimos anos, com Denis Lavant, seu ator-fetiche, como Oscar, um homem em uma Limusine branca, que se lança em diversos papéis pelas ruas de Paris.

Carax, diretor de Boy Meets Girl (1985) e Mauvais Sangue (Sangue Ruim, 1987), chegou a trabalhar com Jean-Luc Godard em King Lear (1987), mas as coisas começaram a desandar para o lado da crítica, que o empurrou para o ostracismo com Os Amantes da Ponte Neuf (1991).

Agora, Carax está no píncaro da glória. Vejam as listas dos melhores filmes de 2012 das revistas Cahiers du Cinema e Sight & Sound. Holy Motors concorreu no último Festival de Cannes, mas não ganhou nada – assim como o também estranho, e maravilhoso, Cosmópolis, de David Cronenberg.

Holy é a principal estreia da semana, em Salvador. Rivaliza com Um Alguém Apaixonado, do iraniano Abbas Kiarostami, outro preterido no festival que deu a Palma de Ouro a Amour, de Michael Haneke.

Entre as pré-estreias, é bom não perder de vista o documentário que celebra a relação de um dos mais famosos casais do cinema, o diretor sueco Ingmar Bergman e a atriz norueguesa (nascida em Tóquio, no Japão) Liv Ullmann.

#Leia a seguir as sinopses enviadas pelos exibidores e veja os trailers dos filmes. Para saber mais sobre as estreias e pré-estreias, os filmes que continuam em cartaz, exibições e mostras especiais, além do horário, consulte Em cartaz, ao lado.

ESTREIAS

A ESCOLHA PERFEITA (Pitch Perfect)
De Jason Moore. EUA, 2012. 12 anos.Com Anna Kendrick, Skylar Astin, Ben Platt, Brittany Snow, Anna Camp e Rebel Wilsona. Beca (Anna Kendrick) é a garota que prefere se isolar do mundo. Ao entrar para a Barden University, entra para uma “panelinha” (que ela jamais teria escolhido) cuja única coisa em comum entre suas integrantes é cantar bem. Beca tira o grupo do mundo de arranjos tradicionais e harmonias perfeitas para um de novas mixagens, levando às competições de música entre universidades.

À SOMBRA DO INIMIGO (Alex Cross)
De Rob Cohen. EUA, 2012. 14 anos. Com Rachel Nichols, Giancarlo Esposito, Matthew Fox, Tyler Perry e Jean Reno. Depois de Washington D.C., o detetive Alex Cross (Tyler Perry) é contratado para encontrar o cruel assassino Michael “The Butcher” Sullivan (Matthew Fox). Logo, ele descobre que a vítima em questão não era a primeira dele e as coisas não são o que parecem.

A ÚLTIMA CASA DA RUA (House at the End of the Street)
De Mark Tonderai. EUA, 2012. 14 anos. Jennifer Lawrence, Elisabeth Shue, Gil Bellows, Max Thieriot, Nolan Gerard Funk e Krista Bridges. A adolescente Elissa (Jennifer Lawrence) e sua mãe divorciada, Sarah (Elisabeth Shue), mudam para um bairro prestigiado para começar uma nova vida; descobrem, porém, que uma floresta próxima é assombrada por um assassino, e Elissa faz amizade com Ryan (Max Thieriot), o misterioso sobrevivente de um duplo assassinato, ocorrido na casa ao lado.

HOLY MOTORS (Holy Motors)
De Leos Carax. França/ Alemanha, 2012. 14 anos. Com Denis Lavant, Edith Scob, Eva Mendes, Kylie Minogue e Elise Lhomeau. Monsieur Oscar é um homem sombrio que viaja de uma vida para a outra. Ele alterna-se entre ser um assassino, um pedinte, um industrial, um monstro e um pai de família. Ele parece ser um ator representando, mas onde estão as câmeras? Oscar vaga acompanhado por Céline, que dirige o enorme carro que o transporta pelos arredores de Paris. Como um assassino que se move de morte em morte, ele persegue a beleza e o motor da vida, as mulheres e os fantasmas da sua memória.

MINHA IRMÃ (L’Enfant d’en Haut)
De Ursula Meier. França/ Suíça, 2011. 14 anos. Com Léa Seydoux, Kacey Mottet Klein, Martin Compston. Simon mora com sua irmã Louise na Suíça, e revende equipamentos roubados para seus vizinhos. Louise acaba de perder seu trabalho e passa a depender dos ganhos do irmão. Vencedor do Urso de Prata no Festival de Berlim, em 2012.

QUATRO AMIGAS E UM CASAMENTO (Bachelorette)
Lesley Headland. EUA, 2012. 16 anos. Kirsten Dunst, Lizzy Caplan, Isla Fisher, James Marsden, Rebel Wilson e Adam Scott. Na época do colegial, Regan (Kirsten Dunst), Katie (Isla Fisher) e Gena (Lizzy Caplan) eram as garotas mais populares da escola e amigas inseparáveis, que tinham como passatempo perturbar a gordinha e pouco popular Becky (Rebel Wilson). Agora, anos mais tarde, Becky é a primeira a se casar… e ela chama as antigas “colegas” para serem suas madrinhas de casamento. O trio aceita o convite e resolve preparar para Becky uma tremenda despedida de solteira, mesmo sem conseguir esconder a dor de cotovelo por ela ser a primeira do grupo a se casar.

UM ALGUÉM APAIXONADO (Like Someone in Love)
De Abbas Kiarostami. França/ Japão, 2012. Drama. 12 anos. Com Ryo Kase, Denden, Rin Takanashi, Tadashi Okuno e Ryota Nakanishi. Akiko é uma jovem universitária que vive em uma grande cidade no Japão. Em uma festa na boate, um homem se aproxima dela e lhe pede que vá visitar uma pessoa. Ela reluta a princípio, dizendo que precisa encontrar sua avó que veio do interior, mas acaba aceitando. Colocada em um táxi, ela segue em viagem tendo apenas um endereço e um telefone, sem saber quem irá encontrar.

PRÉ-ESTREIAS

A FILHA DO PAI (La fille du puisatier)
De Daniel Auteuil. França, 2011. 14 anos. Com Daniel Auteuil, Kad Merad, Sabine Azéma, Astrid Berges-Frisbey e Nicolas Duvauchelle. Enquanto caminha para levar o almoço para seu pai, Patricia conhece Jacques. Eles se reencontram pela segunda e última vez em uma romântica noite de luar. Algum tempo depois, Patrícia descobre que está grávida. Seu pai ficará dividido entre seu senso de honra e o profundo amor que sente por sua filha.

LIV & INGMAR – UMA HISTÓRIA DE AMOR (Liv og Ingmar)
De Dheeraj Akolka. Noruega/ Ucrânia/ Índia, 2012.. 10 anos. A atriz norueguesa Liv Ullmann e o diretor sueco Ingmar Bergman viveram uma relação que se estendeu por 42 anos. Narrado sob o ponto de vista de Liv, o filme é construído a partir de uma entrevista com a atriz e de imagens dos filmes realizados por ambos, com cenas dos bastidores, fotografias, trechos da autobiografia da atriz e cartas pessoais de Ingmar para ela. Um olhar sobre dois grandes artistas, amigos e companheiros. Em 2012, indicado ao Gold Hugo de Melhor Documentário no Festival Internacional de Cinema de Chicago.

AZUL PROFUNDO (Aponoia)
De Aris Bafaloukas. Grécia, 2010. Drama. 12 anos. Com Dimitri, 23 anos, nadador: depois de conseguir sucesso em campeonatos europeus, ele mergulha nas águas de uma piscina escura. E, assim como seu corpo flutua na água, as memórias do passado inundam sua mente, lembrando seu relacionamento com Elsa, uma ativista ambiental que desapareceu misteriosamente.