Denzel Washington desce ao inferno como piloto de avião drogado que evita tragédia de grandes proporções

O Voo - pontocedecinema.blog.br

O VOO – De Robert Zemeckis, traz Denzel Washington em mais um momento de destaque na carreira ao interpretar o experiente piloto de avião Whip Whitaker, que, mesmo depois de uma noite virada no sexo, no álcool e nas drogas, consegue evitar mal maior, salvando quase todos a bordo, com uma manobra absurda, no comando de uma aeronave que enfrenta turbulências.

O destaque é mesmo Washington, que concorre ao Oscar de melhor ator. Em tempos de discussões sobre consumo de álcool e outras drogas ao volante, o filme se sustenta com argumento paroxístico. Não merecia Whitaker, pela ação, passar batido? Dado como herói num primeiro momento, sua jornada prossegue ancorada em ações que tentam livrá-lo da responsabilidade pelo acidente, enquanto ele mesmo empreende uma descida ao inferno.

História que reúne elementos típicos de filme de tribunal, O Voo cumpre jornada parecida à da aeronave pilotada por Whitaker, ao procurar soluções fáceis rumo a um desfecho redentor, em meio a exageros estilísticos (um deles é a presença de John Goodman como o amigo que fornece drogas ao piloto, repetindo cacoetes típicos dos filmes dos irmãos Coen) para realçar o momento crucial de Whitaker.

FICHA TÉCNICA
Diretor: Robert Zemeckis
Elenco: Denzel Washington, James Badge Dale, Don Cheadle, John Goodman, Kelly Reilly, Bruce Greenwood, Melissa Leo, Nadine Velazquez, Tamara Tunie, Garcelle Beauvais e Rhoda Griffis
Produção: Laurie MacDonald, Walter F. Parkes, Jack Rapke, Steve Starkey, Robert Zemeckis
Roteiro: John Gatins
Fotografia: Don Burgess
Trilha Sonora: Alan Silvestri
Duração: 138 min.
Ano: 2012
País: EUA
Estúdio: Paramount Pictures / Parkes/MacDonald Productions
Classificação: 14 anos