David Bowie, o camaleão do rock, ganha mostra na Sala Walter da Silveira

O Homem Que Caiu na Terra - pontocedecinema.blog.br

O Homem Que Caiu na Terra, de Nicolas Roeg, programado para exibição, sexta, na Sala Walter

O artista inglês, conhecido também por sua prolífica atuação no cinema, ganha mostra a partir desta sexta-feira (10), até o dia 14, na Sala Walter da Silveira. David Bowie poderá ser visto em quatro filmes representativos de sua carreira:

Do supercult O Homem Que Caiu na Terra, dirigido por Nicolas Roeg em 1976, exibido em Salvador no extinto Cine Capri do Largo 2 de Julho, passando por Apenas Um Gigolô, com Marlene Dietrich, ao magnífico Furyo – Em Nome da Honra (1983), de Nagisa Oshima, que conta também no elenco com o então pouco conhecido Takeshi Kitano e o músico Ryuichi Sakamoto, responsável pela excelente trilha sonora.

Assista aos trailers e veja a programação, com a reprodução das sinopses dos filmes enviadas pela Coordenação de Programação da Diretoria de Audiovisual -Dimas/Funceb, que realiza a mostra em parceria com a Vintage Videos:

PROGRAMAÇÃO

Dia 10/02
15h e 18h
O Homem Que Caiu na Terra (The Man Who Fell to Earth, ING, 1976)
Direção: Nicolas Roeg
Elenco: David Bowie, Rip Torn, Tony Mascia, Candy Clark, Buck Henry, Bernie Casey e Jackson D. Kane
Classificação: 16 anos
Sinopse – Um alienígena vem a Terra e adota o disfarce de um homem de negócios chamado Thomas Jerome Newton. A sua missão é encontrar água para o seu planeta que está morrendo. Ele utiliza a tecnologia avançada que traz consigo para ganhar bilhões de dólares, que serão necessários para construir a espaçonave que irá levá-lo de volta para casa junto com a água. Mas o gentil Newton não está preparado para a ganância e a crueldade de seus novos colegas de negócios e rivais e logo descobre que a missão será muito mais difícil do que ele havia imaginado.

Dia 12/0
15h e 18h
Labirinto – A Magia do Tempo (Labyrinth, ING, 1986)
Direção: Jim Henson
Elenco: David Bowie, Jennifer Connelly, Toby Froud, Shelley Thompson, Christopher Malcolm
Classificação: Livre
Sinopse – Totalmente frustrada por ter que cuidar do irmão mais novo em mais um final de semana, a adolescente Sarah, que possui muita imaginação, acaba dando vida aos duendes personagens do seu livro favorito “Labirinto”, para que eles sumam com o bebê. Mas quando o pequeno Toby realmente desaparece, Sarah precisa ir atrás dele neste mundo de conto de fadas e tentar resgatá-lo das mãos do maldoso Rei dos Duendes (Bowie). Protegendo o castelo, encontra-se o labirinto – um emaranhado de armadilhas repleto de estranhos personagens e perigos desconhecidos. Com o intuito de salvar Toby a tempo, Sarah terá que enganar o rei ficando amiga dos duendes que o protegem, na esperança de que a fidelidade deles não passe apenas de uma ilusão num lugar em que nada parece ser o que é!

Dia 13/02
Às 15h e 18h
Apenas um Gigolô (Schöner Gigolo, Armer Gigolo, ALE/ING / 1978)
Direção: David Hemmings
Elenco: David Bowie, Sydne Rome, Kim Novak, David Hemmings, Maria Schell, Curd Jürgens e Marlene Dietrich.
Classificação: 18 anos
Sinopse – Berlim, anos 20. A Primeira Guerra deixou suas marcas. O jovem Paul acaba de voltar dos combates e se dá conta de que o mundo aristocrático em que vivia mudou drasticamente. Para sobreviver, torna-se gigolô de uma rica baronesa, ao mesmo tempo em que os nazistas buscam o poder.

Dia 14/02
Às 15h e 18h
Furyo, em nome da honra ( Merry Christmas, Mr. Lawrence, JAP/ING/NZE, 1983)
Direção: Nagisa Oshima
Elenco: David Bowie, Tom Conti, Takeshi Kitano e Ryuichi Sakamoto
Classificação: 16 anos
Sinopse – Baseado no livro de Sir Laurens Van der Post, “Furyo – Em Nome da Honra” relata o tenso conflito entre brutais comandantes japoneses e seus obstinados prisioneiros ingleses. O ano é 1942 e o mundo está em guerra. Feito prisioneiro pelos japoneses em um campo de concentração na ilha de Java, o oficial britânico Jack Celliers (David Bowie) deslancha um conflito quando resolve não acatar as regras ditadas pelo Capitão Yonoi (Ryuichi Sakamoto), um cruel comandante japonês. Mas entre eles está o Coronel John Lawrence (Tom Conti), um homem que tem um grande amor pela cultura e língua japonesa, mas que se torna uma ameaça por ser o único a entender ambos os lados.