Adeus à Linguagem e Que Horas Ela Volta?: melhores

 

pontocedecinema.blog.br

Camila Márdila e Regina Casé em Que Horas Ela Volta, de Ana Muylaert Foto: Divulgação

Adeus à Linguagem, de Jean-Luc Godard, é o melhor filme internacional do ano, segundo a Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). Dirigido por Ana Muylaert, Que Horas Ela Volta?  foi escolhido melhor filme brasileiro.  E o melhor curta, Quintal, de André Novais.

O anúncio foi feito nesta segunda feira pela Abraccine, fundada em julho de 2011, que escolhe os melhores do ano pela quinta vez consecutiva. O presidente da associação, Paulo Henrique Silva, afirma que a premiação, “pelo fato de a Abraccine reunir os críticos de diversos veículos, em vários estados, passa a ser, de certa maneira, o Grande Prêmio da crítica brasileira, uma importante síntese do pensamento crítico sobre o ano que passou”.

Melhores de 2015:
Melhor Longa-metragem Brasileiro:  Que Horas Ela Volta?, de Anna Muylaert
Melhor Curta-metragem Brasileiro:  Quintal, de André Novais Oliveira
Melhor Longa-metragem Estrangeiro: Adeus à Linguagem, de Jean-Luc Godard