Confira as estreias e pré-estreias da semana

Oblivion - pontocedecinema.blog.br

Filme de ficção científica com Tom Cruise, Oblivion, de Joseph Kosinski, é uma das principais estreias

# Semana de 12 a 18.4.2013. Leia a seguir as sinopses, conforme enviadas pelos exibidores, e veja os trailers dos filmes. Para saber mais sobre as estreias e pré-estreias, os filmes que continuam em cartaz, exibições e mostras especiais, além do horário, consulte Em cartaz, ao lado.

ESTREIAS
A CAÇA (Jagten)
De Thomas Vinterberg. Dinamarca, 2012. 14 anos. Com Mads Mikkelsen, Thomas Bo Larsen, Annika Wedderkopp e Lasse Fogelström. Um professor de jardim da infância é adorado pela população da pequena cidade em que vive. Tudo vai bem até que uma de suas alunas inventa uma acusação que logo faz com que ele seja afastado do trabalho e, mesmo sem qualquer tipo de comprovação, seja perseguido pelos moradores.

ANNA KARENINA (Anna Karenina)
De Joe Wright. Reino Unido, França, 2012. 14 anos. Com Keira Knightley, Jude Law, Aaron Taylor-Johnson. Século XIX. Anna Karenina é casada com Alexei Karenin, um rico funcionário do governo. Ao viajar para consolar a cunhada, que vive uma crise no casamento devido à infidelidade do marido, ela conhece o conde Vronsky, que passa a cortejá-la. Apesar da atração que sente, Anna o repele e decide voltar para sua cidade. Entretanto, Vronsky a encontra na estação do trem, onde confessa seu amor. Anna resolve se separar de Karenin, só que o marido se recusa a lhe conceder o divórcio e ainda a impede de ver o filho deles.

ALVO DUPLO (Bullet to the Head)
De Walter Hill. EUA, 2012. 16 anos. Com Sylvester Stallone, Jason Momoa, Christian Slater, Sung Kang, Sarah Shahi, Adewale Akinnuoye-Agbaje e Jon Seda. Jimmy Bobo (Sylvester Stallone) e Taylor Kwon (Sun Kang) pertencem a lados opostos da lei. O primeiro é um matador de aluguel, enquanto o segundo é um detetive da polícia de Nova York. Contudo, dois assassinatos implacáveis acabam reunindo a dupla numa perigosa jornada pelas ruas de Nova Orleans e pelos bastidores de Washington, em busca de vingança pela morte dos respectivos parceiros.

ANGIE (Open Road)
De Marcio Garcia. EUA / Brasil, 2012. 10 anos. Com Juliette Lewis, Camilla Belle, Colin Egglesfield, Andy Garcia e Carol Castro. Angie (Camilla Belle) é uma jovem artista brasileira, descendente de uma família rica, que deixa tudo para trás e vai para o Estados Unidos em busca de autoconhecimento e das próprias raízes. É no mato, isolada, que ela aproveita para desenvolver sua arte. Angie conhece David (Colin Egglesfield), um policial por quem se apaixona, e consegue um emprego de garçonete na lanchonete na qual a prima de David, a desconfiada Jill (Juliette Lewis), trabalha. Fora dos limites da cidade, o contato que tem é com Chuck (Andy Garcia). O filme mostra encontros e desencontros da personagem.

CHAMADA DE EMERGÊNCIA (The Call)
De Brad Anderson. EUA, 2013. 16 anos. Com Halle Berry, Abigail Breslin, Ella Rae Peck, Justina Machado, Tara Platt, Evie Thompson, David Otunga e Michael Linstroth. Jordan (Halle Berry) é atendente do sistema de emergência da polícia americana. Um dia, atende ligação de uma jovem assustada com o fato de que existe um homem tentando invadir sua casa. O caso acaba com o pior final possível e Jordan fica traumatizada. Anos mais tarde, ela se vê diante do mesmo criminoso, que agora ameaça outra garota, Casey (Abigail Breslin).

CAMINHO PARA O NADA (Road to Nowhere)
De Monte Hellman. EUA, 2010. 16 anos. Com Shannyn Sossamon, TyghRunyan, Cliff De Young, RafeTachen, Waylon Payne, Dominique Swain e Rob Kolar. Há uma linha tênue que separa a realidade da ficção, particularmente quando estão envolvidos uma bela mulher, um assassinato, um poderoso político, uma fortuna desaparecida e um suicídio. Diante desses elementos, um cineasta apaixonado está criando um filme baseado num crime real e para tanto contrata uma misteriosa atriz cujas feições e comportamento são muito parecidos com a personagem de sua história. É quando ele se vê mergulhado numa complexa teia intrigas e assombrações, tornando-se obcecado pela mulher e envolvido indiretamente num crime.

OBLIVION (Oblivion)
De Joseph Kosinski. EUA, 2013 10 anos. Com Tom Cruise, Olga Kurylenko e Morgan Freeman. Jack Harper é o responsável pela manutenção de equipamentos de segurança em um planeta Terra irreconhecível, visto que a superfície foi destruída devido a confrontos com uma raça alienígena. O que restou da humanidade vive hoje em uma colônia lunar. Jack irá para este local daqui a duas semanas, já que está perto de terminar seu trabalho na Terra. Só que ele encontra uma espaçonave que traz uma mulher dentro. Ao conhecê-la, tudo o que Jack sabe até então é posto em dúvida. É o início de uma jornada onde ele precisará descobrir o que realmente aconteceu no passado.

O CARTEIRO (O Carteiro)
De Reinaldo Faria. Brasil, 2010. 12 anos. Com Reginaldo Faria, Cande Faria, Ana Carolina Machado, Dany Stenzel e Marcelo Faria. Victor é carteiro no interior do Rio Grande do Sul e tem por hábito violar a correspondência de seus moradores. Para sua surpresa, é vítima de sua própria armadilha ao cair de amores por uma nova moradora da cidade, a jovem Marli, que troca cartas com o namorado. Victor começa a controlar as cartas entre eles e acaba interferindo na relação do casal.

O ELEVADOR (El Ascensor)
De Tomás Bascopé. Bolívia, 2009. 12 anos. Na véspera do carnaval, dois assaltantes, Carlos e Jhony, e sua vítima, o jovem empresário Héctor, ficam presos em um elevador de um prédio comercial. O edifício está vazio e permanecerá assim até que os três dias de festa terminem. Os três homens terão que aprender a conviver até que o resgate chegue.

O FILHO DO OUTRO (Les Fils de L’autre)
De Lorraine Levy. França, 2012. 12 anos. Com Emmanuelle Devos, Pascal Elbé, Jules Sitruk. Enquanto se prapara para ingressar no exército de Israel e prestar o serviço militar, Joseph descobre que não é filho biológico de seus pais e foi trocado no nascimento com Yacine, criança de uma família palestina na Cisjordânia. A vida dessas duas famílias é subitamente abalada por essa revelação que as obriga a reconsiderar suas identidades, seus valores e crenças.

QUAL É O NOME DO BEBÊ? (Le Prénom)
De Alexandre de la Patellière e Matthieu Delaporte. França/ Bélgica, 2012. 14 anos. Com Patrick Bruel e Valérie Benguigui. Vincent é um quarentão às vésperas de ser pai pela primeira vez. Durante um jantar na casa de sua irmã e seu cunhado, Elisabeth e Pierre, ele encontra Claude, uma amiga de infância. Enquanto espera por Anna, sua jovem esposa que está sempre atrasada, os outros naturalmente fazem perguntas sobre sua futura paternidade. Mas, quando Vicent é questionado se já escolheu o nome do bebê, sua resposta mergulha num caos familiar.

PRÉ-ESTREIAS
ADEUS BERTHE OU O ENTERRO DA VOVÓ (Adieu Berthe ou l’enterrement de Mémé)
De Bruno Podalydès. França/ 2012. 14 anos. Com Valérie Lemercier, Denis Podalydès, Isabelle Candelier, Pierre Arditi, Michel Vuillermoz, Samir Guesmi. Armand está dividido entre duas mulheres: a sua própria, Hélène, que não aceita a separação, e a amante, Alix, mãe de uma menina, junto de quem Armand exercita seu lado brincalhão, com os truques de mágico que ele tanto gosta de fazer. E a vovó nisso tudo? Quem era Berthe?

CÉSAR DEVE MORRER (Cesare Deve Morire)
De Paolo Taviani e Vittorio Taviani. Itália, 2012. 12 anos. A cortina se fecha abruptamente por trás de César, Brutus e os outros personagens. Depois dos aplausos, os “atores”, todos presidiários de Roma, sentem-se orgulhosos e tocados. O paralelo entre esse drama clássico e o mundo de hoje mostra como a universalidade de Shakespeare ajuda os detentos a entenderem as próprias questões. Em 2012, venceu o Urso de Ouro e o Prêmio Ecumênico do Júri no Festival de Berlim e o David di Donatello Awards de Melhor Direção, Melhor Edição, Melhor Filme, Melhor Produtor e Melhor Som.