Começa em Salvador o IV Bahia Afro Film Festival

Yemanjá do Pelô  - pontocedecinema.blog.br

Yemanjá do Pelô, um dos filmes que serão exibidos no festival. Foto: Roberto Leal.

Mais uma edição do Bahia Afro Film Festival, tradicionalmente realizado em novembro, Mês da Consciência Negra, acontece em Salvador até o próximo dia 21, com exibições de mais de 30 filmes no Forte Santo Antônio Além do Carmo (Forte da Capoeira), na Sala Alexandre Robatto e pela TV Pelourinho.

Para este sábado (17), está prevista a realização da Oficina Tela em Transe, com o cineasta Lázaro Faria e o diretor de fotografia Xeno Veloso, e da Oficina Básica de Produção em Cinema e Audiovisual, com o cineasta Flávio Leandro. A partir das 19 horas, serão exibidos, no Forte da Capoeira, os filmes Negros, de Mônica Simões, e Mandinga em Manhattan, de Lázaro Faria; no domingo, Mário Gusmão – O Anjo Negro da Bahia, de Elson Rosário, e Cuíca de Santo Amaro, de Josias Pires e Joel de Almeida.

Na segunda-feira começam as exibições na Sala Alexandre Robatto, às 10 horas, com os filmes O Corneteiro Lopes e Orixás da Bahia, de Lázaro Faria. Integram a programação da segunda: Carreto, de Marília Hughes e Claudio Marques; Curandeiros do Jarê, de Marcelo Abreu; e A Feira, de Fabíola Aquino, dentre outros.

No Dia da Consciência Negra (20), o restaurante Cantina da Lua, no Pelourinho, sediará o seminário A Importância do Audiovisual na Preservação da Memória Oral Afro Brasileira, que acontece a partir das 09h. Consulte a programação completa no site do IV Bahia Afro Film Festival.