Bem Amadas, de Christophe Honoré, e Os Infiéis, com Jean Dujardin, são as principais estreias da semana

Bem Amadas - pontocedecinema.blog.br

Catherine Deneuve e Chiara Mastroianni contracenam em Bem Amadas, um filme de Christophe Honoré

Mãe e filha juntas, Chiara Mastroianni e Catherine Deneuve, em Bem Amadas, um filme que valeria uma espiada somente por isso. Dirigido por Christophe Honoré, de A Bela Junie e Canções de Amor, é a principal estreia da semana.

Ao lado, pode lhe fazer sombra Os Infiéis, comédia sobre a infidelidade masculina que conta no elenco com Jean Dujardin e tem, entre os diretores, Michel Hazanavicius – a dupla foi responsável pelo sucesso de O Artista, um filme que, revisto fora da tela de cinema, só faz crescer.

Fora isso, Até que a Sorte nos Separe, de Roberto Santucci, está aí para nos fazer crer: é a tela de TV ajustada para a tela de cinema, o que não tem nada a ver com o charme, a sensibilidade e o carinho de O Artista.

Hotel Transilvânia pode ser uma boa pedida para a garotada. E Busca Implacável 2 para quem procura, fora de casa, a emoção de uma Tela Quente. No cardápio, as pré-estreias continuam valendo a pena: de A Arte de Amar a Polissia.

#Leia a seguir as sinopses, conforme enviadas pelos exibidores, e veja os traileres dos filmes. Para saber mais sobre as estreias e pré-estreias, os filmes que continuam em cartaz, exibições e mostras especiais, além do horário, consulte Em cartaz, ao lado.

ESTREIAS

ATÉ QUE A SORTE NOS SEPARE
De Roberto Santucci. Brasil, 2012. 12 anos. Com Leandro Hassum, Danielle Winitz e Ailton Graça. Tino é um pai de família de classe média que vê sua vida e, especialmente, seu casamento com Jane completamente transformados após ganhar na loteria. O problema é que ele acaba perdendo tudo em dez anos de uma vida de ostentação. A partir daí, com a ajuda do vizinho Amauri e de seu melhor amigo, Adelson, ele cria uma série de situações hilárias para que sua esposa, grávida do terceiro filho, não perceba que está falido.

BEM AMADAS (Les Bien-aimés)
De Christophe Honoré. França/ Reino Unido/ República Checa, 2011. 14 anos. Com Chiara Mastroianni, Catherine Deneuve, Ludivine Sagnier, Louis Garrel. De Paris na década de 1960 à Londres nos 2000. Retrata a história de vida de Madeleine e sua filha, Vera, abordado o relacionamento delas com os homens de suas vidas. Busca responder: como resistir à passagem do tempo e resolver os nossos mais profundos sentimentos?

BUSCA IMPLACÁVEL 2 (Taken 2)
De Olivier Magaton. EUA, 2012. 14 anos. Com Liam Neeson, Maggie Grace, Famke Janssen, Rade Serbedzija, Luke Grimes e Jon Gries. Após salvar sua filha Kim (Maggie Grace) de traficantes de mulheres em Paris, o agente aposentado da CIA Bryan Mills (Liam Neeson) resolveu tirar férias ao lado da esposa, Lenore (Famke Janssen), em Istambul, na Turquia. O que ele não esperava era que o pai de um dos bandidos resolvesse se vingar pelo que aconteceu com o filho, sequestrando Bryan e Lenore durante a viagem. Agora ele precisa contar com a ajuda de Kim para que possa escapar.

HOTEL TRANSILVÂNIA 3D (Hotel Transylvania)
De Genndy Tartakovsky. EUA, 2012. Livre. Vozes na versão original de: Adam Sandler, Selena Gomez e Steve Buscemi. Bem-vindo ao Hotel Transilvânia, o resort 5 estrelas do Drácula, onde monstros e suas famílias podem viver, serem livres para serem monstros sem humanos para incomodá-los. Em um fim de semana especial, Drácula convidou os monstros mais famosos – Frankenstein e sua noiva, a Múmia, o Homem Invisível, uma família de lobisomens, dentre outros – para comemorar o aniversário de 118 anos de Mavis. Para Drácula, cuidar de todos esses monstros lendários não é problema, mas seu mundo vem abaixo quando um garoto normal acaba indo parar no hotel e se aproxima de Mavis.

OS INFIÉIS (Les infidèles)
De Emmanuelle Bercot, Fred Cavayé, Alexandre Courtès, Jean Dujardin, Michel Hazanavicius, Jan Kounen, Eric Lartigau, Gilles Lellouche. França, 2012. 16 anos. Com Jean Dujardin, Gilles Lellouche, Lionel Abelanski, Fabrice Agoguet e Pierre Benoist. Dividido em esquetes, o longa é composto de diversas situações cômicas que retratam a infidelidade masculina pela perspectiva de seus realizadores.

PRÉ-ESTREIAS

A ARTE DE AMAR (L´art d´aimer)
De Emmanuel Mouret. França, 2011. 14 anos. Com François Cluzet e Julie Depardieu. No exato momento em que nos apaixonamos, produz-se em nós uma música peculiar. Ela é diferente para cada um e pode surgir em momentos inusitados… Cinco histórias sobre a arte de amar, cujos personagens se cruzam ao acaso.

E SE VIVÊSSEMOS TODOS JUNTOS? (Et si on Vivait tous Ensemble?)
De Stéphane Robelin. França/ Alemanha, 2012. Livre. Com Guy Bedos, Daniel Brühl, Geraldine Chaplin e Jane Fonda. Cinco velhos amigos decidem morar juntos para fugir da dependência dos filhos.

LA VIDA ÚTIL – UM CONTO DE CINEMA (La Vida Útil – Um Cuento de Cine)
De Federico Veiroj. Uruguai/ Espanha, 2011. 12 anos. Com Jorge Jellinek, Manuel Martinez Carril e Paola Venditto. Um empregado da Cinemateca de Montevideo se vê obrigado a reajustar sua vida depois de 25 anos trabalhando no lugar. Prêmios de melhor filme do Festival de Havana 2010; prêmio do júri internacional no Festival Internacional du filme La Roche-Sur-Yon, França 2011, prêmio de Melhor Ator (Jorge Jellinek) no Festival de Havana e no Festival de Buenos Aires.

MY WAY, O MITO ALÉM DA MÚSICA (Cloclo)
De Florent Emilio Siri. França, 2012. 14 anos. Com Jérémie Renier, Benoit Magimel,Monica Scattini. História do astro francês Cloclo, carismático no palco e profissional de marketing, máquina de sucessos e dono de imprensa, mas também pai de família e sedutor… Um homem complexo, múltiplo, sempre apressado, profundamente moderno e disposto a tudo para ser amado.

POLISSIA (POLISSE)
De Maïwenn. França, 2011. 16 anos. Com Maïwenn, Joey Starr, Karin Viard, Marina Foïs e Naidra Ayadi. O cotidiano de policiais da Brigada de Proteção aos Menores é formado de prisões de pedófilos, de detenções juvenis, de testemunhos de crianças maltratadas, mas também da pausa do almoço onde se fala dos problemas pessoais, da solidariedade entre colegas e das crises de riso nos momentos mais inimagináveis. Como esses policiais conseguem conciliar suas vidas privadas e a realidade a que são confrontados? Vencedor do prêmio do júri no Festival de Cannes 2011. 13 indicações do César Awards 2012, sendo premiado como Melhor Montagem e Melhor Atriz Revelação (Naidra Ayadi) no César Awards 2012.