A Dançarina e o Ladrão, de Fernando Trueba, no leque de opões entre as estreias da semana

A Dançarina e o Ladrão - pontocedecinema.blog.br

Miranda Bodenhöfer e Ricardo Darin em A Dançarina e o Ladrão: Chile pós-ditadura de Pinochet

De tudo um pouco, entre as estreias do fim de semana. O espanhol, e cada vez mais prolífico, Fernando Trueba desponta entre as atrações com A Dançarina e o Ladrão, com uma história que envolve golpes e vigarices no Chile imediatamente após a queda do ditador Augusto Pinochet.

É preciso lembrar que Trueba ganhou há 17 anos o Oscar de melhor filme estrangeiro com Sedução, concorreu há três meses ao prêmio de melhor animação, com Chico & Rita, e foi o indicado de seu país à disputa por uma vaga entre os concorrentes, novamente, a melhor filme estrangeiro por A Dançarina e o Ladrão. Ele é figura carimbada em Salvador, onde já dirigiu o documentário O Milagre do Candeal (2004). Atualmente conclui El Artista y la Modelo, com Claudia Cardinale.

Dito isto, temos Battleship – A Batalha dos Mares, um blockbuster dirigido por Peter Berg, recriando o jogo Batalha Naval e contando até mesmo com Rihanna no elenco; a animação Piratas Pirados, O Exótico Hotel Marigold, com Judi Dench e Maggie Smith no elenco, e até a estreia, como diretor, de Mathieu Demy, filho dos grandes Jacques Demy e Agnès Varda, em O Americano, com Geraldine Chaplin. A conferir, também, Adorável Pivellina e Slovenia Girl.

O Corvo, de James McTeigue e com John Cusack no elenco, que entra em pré-estreia, obviamente com história girando em torno de Edgar Allan Poe, pode ser a cereja desse bolo todo.

#Leia a seguir as sinopses, conforme enviadas pelos exibidores, e veja os traileres dos filmes. Para saber mais sobre as estreias e pré-estreias, os filmes que continuam em cartaz, exibições e mostras especiais, além do horário, consulte Em cartaz, ao lado.

ESTREIAS
ADORÁVEL PIVELLINA (La Pivellina)
De Tizza Covi, Rainer Frimmel. Itália/Áustria, 2009. Livre. Com Patrizia Gerardi, Asia Crippa. Patti, uma artista de circo que mora com o marido em um trailer, encontra a pequena Asia, de dois anos, em um parque nos arredores de Roma. Junto com a menina veio apenas o bilhete da mãe avisando que a apanharia quando tivesse condição. Neste meio tempo, ela encanta Patti e sua vizinhança, mas são convencidos pelo filho deles, a partirem pela Itália em busca da mãe da garotinha. Melhor Filme Europeu da Quinzena dos Realizadores de Cannes.

A DANÇARINA E O LADRÃO (El baile de la Victoria)
De Fernando Trueba. Espanha, 2009. 12 anos. Com Ricardo Darín, Abel Ayala. Com a chegada da democracia no Chile, após a saída do ditador Augusto Pinochet do poder, o jovem Angel e o veterano Vergara são anistiados. Enquanto Vergara está disposto a abandonar o crime para se reencontrar com a família, Angel quer que ele o ajude em um golpe idealizado por um companheiro de prisão. Paralelamente, Angel conhece e se apaixona por Victoria, uma jovem muda que sonha se tornar bailarina.

AMERICANO (Americano)
De Mathieu Demy. França, 2011. 14 anos. Com Mathieu Demy, Geraldine Chaplin, Chiara Mastroianni, Salma Hayek. Martin recebeu um telefonema que mudaria muito a sua rotina. Após o comunicado da morte da mãe, ele precisa viajar para os Estados Unidos, onde nasceu, para resolver as questões do enterro e também da herança deixada por ela. É quando ele descobre que sua ausência abriu espaço para que Lola, uma dançarina de boate, entrasse na vida de sua própria mãe, mas a sensual morena tem mais coisas para contar e ele precisa descobrir. Primeiro longa de Mathieu Demy, ator que é filho dos cineatas franceses Jacques Demy e Agnès Varda.

BATTLESHIP – A BATALHA DOS MARES (Battleship)
De Peter Berg. EUA, 2012. 10 anos. Com Liam Neeson, Taylor Kitsch, Rihanna, Alexander Skarsgård, Brooklyn Decker, Peter MacNicol, Jesse Plemons e Josh Pence. Adaptação live-action para o cinema do clássico jogo de tabuleiro Batalha Naval, da Hasbro. O filme coloca uma frota internacional para combater uma invasão alienígena. Os aliens, conhecidos como Regents, chegam à Terra em busca de uma fonte de energia. Os Regents possuem naves que, ao pousarem nas águas do mar, se comportam como embarcações. É quando uma delas se danifica, o que compromete sua volta para o espaço e a torna um alvo para a frota de navios dos humanos, liderados pelo almirante de um destróier.

O EXÓTICO HOTEL MARIGOLD (The Best Exotic Marigold Hotel)
De John Madden. Inglaterra, 2011. 10 anos. Com Maggie Smith, Judi Dench, Bill Nighy, Penelope Wilton, Dev Patel e Tom Wilkinson. Aposentados britânicos em busca de tranquilidade e custo de vida mais baixo viajam para a Índia para morar no que acreditam ser um recém-reformado hotel. Muito menos luxuoso do que aparentava ser nos informes publicitários, ainda assim o charme do local lentamente começa a despertar vários sentimentos nos novos moradores.

PIRATAS PIRADOS 3D (The Pirates! Band of Misfits)
De Peter Lord e Jeff Newitt. Inglaterra, EUA, 2012. Livre. Animação. O Capitão Pirata lidera uma missão especial para derrotar seus principais rivais, Black Bellamy e Cutlass Liz, numa competição que irá premiar o melhor pirata do ano. Para tanto, o Capitão e sua equipe terão de se afastar da costa da Ilha de Sangue (Blood Island) e se aventurar pelas enevoadas ruas da Londres Vitoriana.

SLOVENIAN GIRL (Slovenka Girl)
De Damjan Kozole. Eslovênia/ Alemanha/ Sérvia/ Croácia/ Bósnia. 14 anos. Com Nina Ivanisin, Peter Musevski. Alexandra é uma estudante universitária que planeja ganhar o mundo. Ela trabalha como prostituta para ter a vida que deseja, mas uma morte acidental a colocará em risco e a fará refletir sobre a maneira como vem ganhando dinheiro.

ROYAL OPERA HOUSE: IL TRITTICO
De Richard Jones. Livre. Com Ermonela Jaho, Anna Larsson, Irina Mishura, Anna Devin, Elena Zilio. Il Tabarro (O Manto), nos leva a uma barca navegando pelo rio Sena, em Paris, no qual se desenrola o eterno triângulo operístico que culmina num final terrível e violento. Na sequência vem Suor Angelica (Irmã Angélica), a história de uma jovem mulher obrigada a tornar-se freira depois de ter um filho ilegítimo. Sete anos mais tarde, uma tia traz notícias devastadoras.

PRÉ-ESTREIAS
AS NEVES DO KILIMANJARO (Les Neiges Du Kilimandjaro)
De Robert Guédiguian. França, 2011. 12 anos. Com Ariane Ascaride, Jean-Pierre Darroussin. Apesar de ter perdido o emprego, Michel leva uma vida feliz com Marie-Claire. Eles estão apaixonados há mais de 30 anos, seus filhos e netos lhes dão alegria e vivem cercados de amigos próximos. Ambos se orgulham de sua luta política e seus valores morais. Mas a felicidade do casal é interrompida quando dois homens roubam o dinheiro que tinham guardado para fazer uma viagem ao monte Kilimanjaro. Baseado na obra de Victor Hugo, Os Miseráveis. Seleção da Mostra ‘un certain regard’ no Festival de Cannes 2011. Premiado pelos júris oficial e popular no Festival de Valladollid.

O CORVO (The Raven)
De James McTeigue. EUA/ Hungria/ Espanha, 2012. 14 anos. Com John Cusack, Luke Evans, Alice Eve, Brendan Gleeson, Brendan Coyle, Pam Ferris e Oliver Jackson-Cohen. Em seus últimos dias de vida, o poeta e romancista americano Edgar Allan Poe passa a perseguir um serial killer que se inspira em suas obras para cometer assassinatos.